Alterando meu estado vibracional

Você já percebeu que muitas vezes ao se aproximar de algumas pessoas vc tem uma sensação de bem estar? Sente-se mais relaxado, alegre, leve… Isto pode estar acontecendo em função da vibração elevada que a pessoa apresenta naquele momento. Experimentamos uma interação positiva e sentimos a vibração emanada.

Mas o que significa ter uma vibração elevada? Quando você está numa sensação amorosa, mais estável, de bem consigo mesmo, mais tolerante, flexível, tudo ao seu redor parece estar em sintonia com esta sensação. Você está vibrando positivamente. Você partilha este estado de ser com as pessoas a sua volta. Elas se aproximam e simplesmente constatam o seu estado vibracional sentindo-se bem ao seu lado. O oposto também ocorre com a vibração mais baixa quando emitimos uma sensação de peso, tristeza, dor, preocupação.

Como nas estações de rádio também podemos alterar nossa frequência da mais baixa para a mais elevada para nos sentirmos melhor.

Como podemos fazer isto? Precisamos inicialmente constatar o que nos levou a entrar neste estado de baixa vibração, é necessário reconhecer os estados mentais, os pensamentos e emoções que estamos alimentando, elas criam o nosso estado vibracional. Mas essa percepção é sutil, refinada, na maioria das vezes não nos damos conta de que somos responsáveis pela geração deste estado.

Para apurar esta percepção, a meditação é uma alternativa essencial. É o momento em que ficamos totalmente alertas, voltados para o nosso interior, mergulhados num estado de presença. Apenas neste estado somos capazes de nos dar conta da invasão de pensamentos, somente quando paramos para observá-los podemos selecioná-los conscientemente. Gradativamente durante o dia, em meio a agitação diária retomamos o momento de presença e aí estamos despertando o observador consciente, o que percebe, seleciona, gerencia o seu estado emocional.

A sensação de bem estar começa a se apoderar da nossa mente, do nosso corpo e, uma vez experimentado esse estado é bem difícil retroceder. Por isso é importante que o professor desenvolva esta habilidade e assim poder despertar esta competência nas crianças. Elas são naturalmente quânticas, mas, muitas vezes, estão cercadas por modelos que castram, limitam, sufocam esta capacidade. O professor pode ser uma referência para a construção deste novo olhar. A Pedagogia Quântica busca instrumentos para que o professor e o aluno se mantenham nesse estado de bem estar, alegria, de vibração elevada. Propõe ações para que possamos  assumir com consciência este estado, favorecendo atividades que a levem a refletir, pensar, agir criativamente. Escolher a positividade ao invés da negatividade, o empoderamento em detrimento da vitimização, a cooperação no lugar da competitividade. A humanidade agradece a geração desta nova consciência!!

Andréa Wolney

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

©2018 Todos os direitos reservados para Pedagogia Quântica.

Desenvolvido por BSB Connect.

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?